Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

sexta-feira, 15 de maio de 2015

ESCOLHAS

Toda escolha é imperfeita.scottbloomdecisions
E essa é uma de nossas maiores crises, porque é difícil optar. As escolhas são imperfeitas porque é impossível medir seu impacto, porque o impacto de uma escolha depende do resultado de uma escolha, que só é percebido depois que a escolha foi feita.
Ou seja, é impossível saber o resultado sem optar por aquilo que te angustia em primeiro lugar.
Filosófico. Mas como lidar com isso?
Durante a vida, as escolhas são diárias. Desde aquelas mais simples (“hum, será que vale a pena dormir mais 5 minutos?”) até as mais complexas (“será que caso ou compro um volkswagen?”).
As escolhas mais complexas, por paradoxal que seja, tendem a ser muito mais tranquilas de serem tomadas, porque são pensadas, ponderadas, consideradas calmamente. Mas quando falamos de pequenas escolhas – fazer agora ou daqui a uma semana, trocar um móvel de lugar, estudar uma disciplina ou outra – as coisas ficam mais difíceis porque não nos damos ao luxo de pensar nas implicações. Além disso, o futuro é incerto e nebuloso.
Lendo o livro Decisive, de Chip Heath e Dan Heath (uma obra que fala sobre escolhas, e como fazê-las de forma melhor), deparei-me com o método 10/10/10.
Nota: Ao longo dos próximos dias, vamos falar de aspectos bastante práticos da vida, que nos afligem quase diariamente, como afastar pensamentos negativos, tomar pequenas decisões, agir.
Começamos hoje com a questão das decisões. Serei breve.
O método de hoje foi inventado por Suzy Welch (esposa do ex-dirigente da GE, Jack Welch, uma lenda no mundo dos negócios). Ela, inclusive, escreveu um livro sobre a prática.
A questão é simples: sempre que você se deparar com uma escolha difícil de ser feita, pense em termos de 10/10/10: como você vai se sentir em relação à sua decisão daqui a 10 minutos? Como você vai se sentir daqui a 10 meses? Como você vai se sentir daqui a 10 anos?
Essa forma de pensar exige que tomemos uma certa distância das decisões a serem adotadas. É sabido que temos razoável dificuldade ao pensar em nossas vidas do lado de fora (por isso é tão fácil dar pitaco na vida dos outros, mas tão difícil fazer nossas próprias escolhas).
O método pode ser aplicado a todos os tipos de escolhas. Um exemplo pessoal:
grande-Camara_deputadosContei uma história algum tempo atrás sobre os boatos em relação à prova de Consultor da Câmara de 2014. A prova vinha sendo anunciada há meses e, no início de 2013, havia fortes indícios de que o processo de autorização e de realização do concurso estava tomando força. Sabendo disso, propus-me a estudar para a prova, mesmo sem um panorama de tempo definido.
Obviamente, isso não ia dar certo.
Surgiram outras atividades – muito mais interessantes e com recompensas imediatas – escrever, publicar um livro, estudar para provas com editais lançados, cuidar de assuntos aleatórios e que hoje nem lembro quais foram. E, claro, eu não passei.
Mas imagine se, em fevereiro de 2013, eu tivesse pensado dessa forma:
“Não quero estudar agora.”
Daí, vem a consideração:
  • Como vou me sentir daqui a 10 minutos? Provavelmente, bem. Vou fazer o que quero fazer, que provavelmente é mais divertido e menos cansativo do que estudar.
  • Como vou me sentir daqui a 10 meses? Provavelmente mal, como foi o que aconteceu: sem ter estudado para a prova, quando o edital foi lançado havia outras coisas acontecendo, com as quais eu já tinha me comprometido a mais tempo. O resultado, claro, foi a falta de estudo que nos impede de passar.
  • Como vou me sentir daqui a 10 anos? Muito pior, porque essa podia ter sido a última prova da minha vida. Tendo sido aprovado, poderia parar de estudar para concursos e me dedicar integralmente a escrever e a cuidar da minha vida, que é o que eu gostaria de fazer. Há provas que a gente esquece logo – não é o caso das que acontecem uma vez a cada 10 anos.
Mas eu era jovem e inocente, e isso não passava pela minha cabeça.
A mesma lógica pode ser aplicado àquilo que você acha que tem muito impacto, mas percebe que não tem tanto assim.
Digamos que você tem um grande projeto pela frente (por exemplo, preparar-se para uma boa prova). Surge, então, um evento imperdível, como uma FESTA DE ANIVERSÁRIO (AAAAAHHHH!). Você quer ir. Aniversários, embora aconteçam todos os anos, só acontecem uma vez por ano!!!
E, claro, você não quer ser o chato que não vai porque “tinha que estudar”, o que sempre parece desculpa, principalmente para quem nunca estudou sério na vida.
Daí, vem o processo:
“O que vai acontecer se eu não for a essa festa?”
  • Daqui a 10 minutos: você provavelmente vai se sentir mal, porque perdeu um evento de que queria participar. Seus amigos provavelmente estarão lá e farão piadas internas que você não vai entender – porque não estava lá. Além de não comer docinhos e salgadinhos.
  • Daqui a 10 meses: provavelmente, não vai fazer muita diferença. Você vai ter ido a outros eventos, vai ter se desenvolvido. Vai ter buscado seus objetivos, vai ter vivido o processo e vai ter plena consciência de que deu atenção àquilo que era importante.
  • Daqui a 10 anos: nada. Nem você nem as pessoas que foram à festa vão se lembrar dela. “Festa? Qual?”
A aplicação vale para tudo: compras, decisões, dúvidas, confissões. Tudo isso que permeia nossos dias.
A ideia não é que esse sistema seja nenhum tipo de panaceia, resposta a todos os seus problemas. Mas é uma forma de pesar diferente sobre aquilo que se passa em sua vida, e como advogamos por aqui, de procurar manter uma vida consciente.
E você? Consegue se lembrar de alguma ocasião em que esse processo teria sido útil? Deixe seu comentário.
Sucesso e boas decisões,
Fernando Mesquita

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Estudar para concurso?

Estudar para concurso não é algo difícil. Como disse o professor W. Douglas, estudar para concurso é algo fácil, porém, trabalhoso. Dá trabalho é preciso ter muita disciplina, motivação e humildade. O maior aliado da involução é a soberba, altivez. Quando se acha que se sabe tudo, não se aprende mais nada. Outro ponto importante, nas palavras de William Douglas, é nunca se comparar com outro concurseiro, pois essa comparação trará: Ansiedade, orgulho, inveja, rancor, complexos e etc. Nunca ache que você está melhor ou pior preparado que A ou B, preocupe-se apenas em estudar. O seu maior concorrente é você mesmo, se conseguir a cada dia vencer a si mesmo com certeza conseguirá atingir o seu objetivo. Sempre pensar positivo. Achar que não vai passar ajuda em alguma coisa? Não! Então tenha em mente que você vai conseguir, repita isso: Eu vou conseguir!!! Estabeleça um compromisso com você e com as pessoas que conhece, diga a elas que você vai passar dentro do número de vagas. Não diga eu acho que vou passar, diga eu vou passar dentro do número de vagas. O sucesso só depende de você! Lute!

segunda-feira, 6 de abril de 2015

VALE A PENA CONTRATAR O SERVIÇO DE UM COACH?

O maior de todos os "tumores" nos estudos de um concurseiro é em razão do emocional e a falta de um bom planejamento.
Há dicas e dicas diversas espalhadas pelas Redes de maneira genérica o que acaba de certo modo gerando uma frustração maior porque nem tudo que serve para um se encaixa na rotina ou cognição de memória do outro ocasionando uma baixo-estima ainda maior .
A dica que dou  é que invistam em um Curso de coaching  que trate de forma individual o seu caso em relação à rotina que estuda e o estado emocional, caso contrário será um investimento infrutífero.
Claro que se você só precisa de um up a mais e dicas de como se organizar terá um bom resultado, mas se há desiquilíbrio e indícios de depressão é melhor contratar um profissional que possa estar mais perto dos seus estudos e juntos encontrem seu ponto fraco e  assim criar um novo plano de estudos. Ok?
-
Anotem:

1 - Quem sobre de déficit de atenção , fadiga mental ou melancolia o ideal é que evite estudar em lugares fechados ( exemplo a casa ), busquem se adaptar em uma biblioteca ou faculdade e verá nitidamente o rendimento nos estudos prosperar.

2 - Hiperativos precisam possuir uma atividade física, na verdade todos precisamos, óbvio, mas esse grupo que mencionei realmente devem evitar o sedentarismo. Mesmo você que não têm condições de pagar uma academia pode buscar aulas gratuitas de aeróbicos no Youtube e ao menos uma hora do dia movimentar o corpo. Saiba  que atividade física aumenta não somente a resistência, mas a concentração nos estudos
 Pois e.....está esperando o quê?


---------------------------

Informações sobre Coaching personalizado escrevam para a nossa equipe: coachingaprovacao@gmail.com

--------------------------

O bom trabalho de coaching deve observar o estado psíquico em primeiro lugar e somennte depois partir para a parte de mentoring ( planos de estudos ), caso contrário o coachee não conseguirá manter o planejamento por muito tempo.


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Cronograma de estudos- BATE PAPO

DEPOIMENTOS DE SUPERAÇÃO

Seguem abaixo alguns depoimentos de nossos Coachees. Não divulgamos fotos ou nomes completos a pedido deles. 

- Mariana Neris
"Eu demorei muito, mas hoje decidi escrever sobre o papel do Coach em minha caminhada.
Sou concurseira há alguns anos, daquela que está sempre nos quase. Aliás, graças ao bom Deus, saí dos "quases" e agora ando pelas listas...rs. O problema foi que estagnei aí, até a pontuação de um concurso pro outro estagnou, o número de erros não diminuiu, mas também não aumentou, ou seja...alguma coisa aconteceu.
Eu já acompanhava Cátia há alguns anos. Quantas e quantas vezes acordei querendo desistir, mas ela alí através da página tinha sempre uma palavrinha mágica.
Confesso que relutei um pouco com a história de "coach", depois comecei a pesquisar.
Diante de tudo que eu tinha ouvido falar, fiquei até com vergonha de perguntar o preço para a Cátia..rs
Entretanto, eu sentia que alguém precisava me mostrar o porquê estagnei e como prosseguir. Bom tomei a decisão de procurá-la e ao menos enviar o questionário para análise. Logo, a Cátia entrou em contato explicou como funcionava e agendou nosso encontro via SKYPE.
Era até estranho porque eu descrevia minhas atitudes e ela parecia compreender.

De certa forma, nosso encontro me levou a fazer questionamentos sobre pontos além do estudo que eu mesma não tinha me dado conta. Ela até me fez um desafio: "...chega de sabotagem, confio em você" Pra ter uma noção de como isso funcionou, ela me puxava a orelha até em sonhos (foi um choque mesmo...rs)
E a partir daí começou a mudança: menos facebook, mais questões, revisão de questões (algo que eu nunca tinha feito)...
Eu sempre fui muito focada, no entanto, muito ansiosa. Isso me atrapalhava e tirava do foca várias vezes. Acho que as dicas diárias no grupo, me fizeram refletir a cada dia e tentar controlar quem me controlava (a ansiedade).
Eu me preocupo menos com os problemas das pessoas, na verdade com as coisas que não posso resolver).
Desliguei um pouco meu concursômetro: aprendi a refletir sobre onde realmente quero chegar: se eu quero ser AFT, o que eu posso ou não prestar, quais concursos não vão me fazer desviar.
Enfim, compreendi que muitas coisas não estão no meu controle e sim no de Deus. Eu preciso correr de forma a não deixar que coisas externas me façam desviar do caminho que ELE já traçou pra mim.
O Coach me levou a várias reflexões, a rever certos métodos, corrigir algumas falhas coisas que eu sozinha não enxergaria
Se eu indicaria?
Lógico! Primeiro que a Cátia é um ser iluminado. Segundo que como profissional tem uma dedicação tamanha (difícil de encontrar no mercado). Aliás, atendeu minhas expectativas, compreendeu meus anseios e vem me apoiando de maneira magnífica. Eu acho que todo mundo precisa de um chacoalhão às vezes, de alguém que nos leve a enxergar as coisas como elas são, prestar atenção nos detalhes. Afinal, concurso é isso: a diferença está nos detalhes!
Cátia que Deus continue te iluminando e que você continue transmitindo essa luz às pessoas que de você se aproximam.
Muita, mas muuuuuuuuita saúde e muita gratidão!
espero logo escrever outro depoimento sobre minha aprovação."

- Juliana 
"Tenho que dizer que fevereiro está sendo um mês revolucionário! Eu sempre tentei estudar, montava planos de estudos, mas na segunda semana ou nem isso eu já parava de cumprir..
Agora tenho metas e um foco maior, tenho muitas coisas a melhorar, mas a melhora dos últimos dias foi e está sendo muito grande! Acho que o que explica isso tudo é que agora eu consigo cumprir meu plano e ter mais disciplina, pois quando estou desanimando ou encontro problemas dos mais diversos tenho alguém para contar e pedir ajuda. Antes eu não tinha, e isso me desanimava muito, não conseguia sozinha esclarecer o que me atrapalhava.
Deborah, sei que meu esforço conta muito, mas você tem sido fundamental!!!Mesmo!
E aprendi a pedir ajuda! No início não pedia.. Peço ajuda e sou atendida! Com a sua ajuda e meu esforço consegui sair dos 50/60% de acerto em provas, era sempre o mesmo resultado! Angustiante!
Achei muito interessante o simulado que fizemos, um pouco antes da prova, senti como se estivesse antes de uma prova mesmo, coração acelerado, ansiedade. Enfim, é bom passarmos sempre por isso para nos acostumarmos. De qualquer forma tentarei fazer um simulado com as questões do fim de semana.
Muito obrigada, Deborah!!"

- Dani 
 "Como estava antes de falar comigo:
R: Minhha saúde estava na UTI.Estava depressiva,desanimada,com muitas dores,estudando poucas horas e errado.
Como foi durante:
R: No primeiro agendamento a Catia me orientou sobre tudo.Saúde,trabalho,emocional e estudos,foi completo.Na verdade eu achei que não ia conseguir fazer tudo,que era muita coisa pra mim e cheguei pensar que não daria conta de tudo.
Como está sendo agora:
R:.Mudança completa: marquei médicos,fiz exames,mudei minha postura no trabalho,reorganizei minha alimentação,aumentei minhas horas des estudos,acrescentei muitas questões.Minhas dores diminuiram consideravelmente,se antes ia toda semana ao hospital,nestes 30 dias fui somente 1 vez,aos poucos a depressão vai embora,voltei a minha religião,os remédios estão corretos,ganhei os 7 quilos que perdi,faço atividade física(que não gostava).

O que mudou:
R:Bom,do ponto de vista externo ,basicamente não mudou nada.Quero dizer que os problemas continuam os mesmos,meu trabalho é o mesmo,minha mãe continua doente,continuo ganhando pouco.Mas o que realmente mudou? EU.
Não sou mais a mesma,agora acredito que posso ir além e chegar aonde quero.Acreditar que meu sonho é possível a partir do momento em que eu mudar,fizer meu melhor,a minha parte De nada adiantaria a super CATIA me atender ,traçar um mega plano e eu continuar pensando e agindo da mesma forma.
Cada um tem sua parcela,e eu estou firme, pois sei que faço minha parte."

- Gabriela
"Primeiramente, quando ouvir falar sobre o trabalho de consultoria de concurseiro tive um certo preconceito. Pareceu me uma espécie de babá de concurseiro sem disciplina. Até que resolvi perguntar a um professor e amigo sua opinião e recebi ótimas recomendações.
Fiquei curiosa e resolvi conhecer o trabalho, mandei email e paralelamente naveguei nas paginas da Concurseira Dedicada e Catia Pipoca. Me deparei com dicas super valiosas, adorei. 
Conversei com o marido e recebi muito apoio, resolvi começar.
Após a entrevista, o super simulado e o plano de estudos me senti super triste e frustada. Percebi o tempo que perdi estudando errado e que aquele árduo caminho percorrido até aqui não seria suficiente para minha aprovação. Foi bem difícil lidar com minha frustração inicial e usar isso como ferramenta de motivação a meu favor. Ainda é difícil!
Nesse primeiro mês de trabalho muitas coisas aconteceram, obra em casa, carnaval e um pouco de preguiça também. Mesmo assim, só em mudar a metodologia de estudos e seguir as orientações da minha super Coach Deborah já senti evolução no meu conhecimento e nas questões também. Tenho conseguido "encarar" as matérias que sempre considerei chatas e pela primeira vez até compreende-las.
Sei que ainda há muito trabalho pela frente, muita preguiça e auto sabotagem a serem vencidas.
Ainda me sinto insegura em alguns momentos de estar estudando errado. E ainda a tristeza ao final do dia em que não consigo completar meu cronograma de estudos.
Semana pós carnaval, horas arrastadas, retomando o ritmo! Foco no cronograma!! 
Acabou a moleza!"

----------------------------
e-mail para contato coachingaprocao@gmail.com